CNJ abre consulta pública sobre Selo Justiça em Números 2019

Consulta refere-se a novos critérios da premiação.

 

        O Conselho Nacional de Justiça abriu consulta pública sobre novos critérios para a premiação Selo Justiça em Números, que ficará disponível até 20 de fevereiro, no site da instituição. O objetivo é democratizar a participação e incentivar manifestações sobre a minuta de portaria que estabelece o prêmio.

        O Selo Justiça em Números busca reconhecer os tribunais que investem na excelência da produção, organização e disseminação de suas informações administrativas e processuais. A premiação continuará incluindo quatro categorias: Diamante, Ouro, Prata e Bronze. No entanto, a proposta do Novo Selo abrangerá três eixos temáticos: Governança, Produtividade e Qualidade e Transparência da Informação, que são o foco da consulta pública.

        “O Selo Justiça em Números foi criado em 2014 com a ideia de permitir que o Poder Judiciário se conhecesse”, afirmou o conselheiro do CNJ Fernando Mattos, que conduziu a premiação do ano passado.

 

        TJSP e o Selo Justiça em Números

        Nos últimos dois anos, o Tribunal de Justiça de São Paulo foi contemplado com o Selo Ouro. A Corte – e essa é a meta primeira da Presidência – trabalha diuturnamente pelo aprimoramento da prestação jurisdicional oferecida à população. A premiação reconhece a eficiência do Judiciário paulista na atividade-fim, fruto do esforço e dedicação de seus magistrados e servidores. 

 

        *Com informações do CNJ

 

        Comunicação Social TJSP – SB (texto) / divulgação (foto)

        imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail