2ª Fase do Projeto Justiça Bandeirante capacita integrantes da 10ª RAJ

        Na manhã desta segunda-feira (17) a 10ª Região Administrativa Judiciária (RAJ), com sede em Sorocaba, recebeu a segunda fase do Projeto Justiça Bandeirante. O evento aconteceu no auditório da Universidade Paulista – Unip e contou com a presença de representantes das 26 Circunscrições Judiciárias integrantes da 10ª RAJ.
        
Nessa nova etapa, o Tribunal de Justiça, por meio da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI), promove encontros simultâneos, divididos em grupos e suas competências: Cejusc, Colégio Recursal, treinamento por competências cível e criminal, Infrajus e Seção Administrativa de Distribuição de Mandados (SADM).
        
O juiz coordenador da RAJ, Hugo Leandro Maranzano, realizou a abertura. “É com muita alegria que recebemos integrantes de todas as Circunscrições Judiciárias que compõem a 10ª Região Administrativa para mais um evento de muita relevância. O Projeto Justiça Bandeirante vem nos propiciar maneiras de como utilizar o sistema para melhorar a prestação jurisdicional por meio de capacitações”, falou.
        
Em seguida, a secretária da STI, Rosely Castilho, explicou como será a programação da etapa e exaltou os resultados da primeira fase. “Todas as necessidades foram observadas, as informações foram de extrema utilidade para diagnosticar problemas e buscar soluções.” De acordo com ela, a participação de todos foi muito importante para o alcance dos resultados.
        
O maior problema diagnosticado pelos usuários foi a lentidão no sistema – o lançamento do Projeto InfraJus traz inovações com a finalidade de analisar possíveis causas dos problemas apresentados por meio de levantamentos estruturais e tecnológicos.
        
Ainda na parte da manhã, os participantes acompanharam explicações sobre sustentação de sistema, avanço do processo digital e dimensionamento, entre outros assuntos. Uma palestra com o tema Vida Digital, sobre procedimentos de utilização de ferramentas digitais como prática de segurança em casa e no trabalho também foi apresentada em busca de melhor aproveitamento das ferramentas tecnológicas a serem utilizada com margem de segurança.
        
No período da tarde os trabalhos foram diversificados, com dinâmicas de grupos, visitas às unidades judiciais e administrativas locais, além de palestra sobre Sistema Softplan para o módulo InfraJus. De acordo com o cronograma, ainda neste mês, o Justiça Bandeirante e a campanha de Segurança da Informação serão levados aos servidores da 3ª RAJ (Bauru) entre os dias 25 e 27.

        Justiça Bandeirante      
        Lançado em março, o Projeto busca a utilização plena da tecnologia de forma mais produtiva para efetiva prestação jurisdicional. A 1ª fase, que terminou em julho, promoveu encontros com servidores das dez RAJs, nos quais foram diagnosticadas dificuldades encontradas no processo digital e oferecidas também sugestões para melhoria do Sistema de Automação do Judiciário (SAJ). O levantamento promoveu ainda intensificação dos trabalhos na Secretaria de Tecnologia da Informação para melhorar a performance do sistema.

       
        Comunicação Social TJSP – HS (texto) / KS (fotos)
        
imprensatj@tjsp.jus.br 

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail