Notícia

TJSP promove “Programa de Mindfulness para Qualidade de Vida e redução do Estresse e Ansiedade”
17/10/2017

A Presidência do Tribunal de Justiça de São Paulo, com organização da Coordenadoria de Apoio aos Servidores (CAPS) e apoio da Escola Judicial dos Servidores (EJUS), promoveu hoje (17) o “Programa de Mindfulness para Qualidade de Vida e redução do Estresse e Ansiedade”. O palestrante, Marcelo Batista de Oliveira, é psicólogo clínico e mestre em saúde coletiva (Unifesp), além de ser professor de mindfulness pelo Instituto Breathworks – Inglaterra, e coautor do livro “Terapias Comportamentais de Terceira Geração: Guia para Profissionais”.

O juiz assessor da Presidência Roberto Chiminazzo Júnior deu as boas-vindas aos participantes e apresentou o convidado. “Agradecemos a disponibilidade e a colaboração do palestrante e esperamos reduzir o stress e, quem sabe, atingir a iluminação.”

Marcelo Batista afirmou que o objetivo do encontro é sensibilizar as pessoas quanto ao tema. “Quando atingimos um estágio de consciência, reduzimos a ansiedade e melhoramos a qualidade de vida. O nosso desafio é cultivar a habilidade de viver o momento, é o processo de notar mais as coisas e prestar atenção ao que é importante agora. É, também, ficar um pouco em silêncio.”

“Estudos apontam que em 49% do nosso tempo não prestamos atenção no que estamos fazendo, e a ciência demonstra que a estabilidade da atenção é o fator mais importante para o bem-estar. Podemos melhorar muito nosso poder de concentração e memória com técnicas de meditação simples”, esclareceu o professor.

Ele explicou que os programas de mindfulness são, na maioria das vezes, compostos de um encontro semanal por oito semanas seguidas, nos quais os participantes realizam exercícios que envolvem práticas meditativas, corporais e de concentração.

O palestrante afirmou, ainda, que a melhor forma de desenvolver a atenção é por meio da meditação. “São muitas as técnicas, mas a essência é simples: basta a pessoa sentar com a coluna reta e ficar atenta à respiração, sem dar atenção aos próprios pensamentos. A melhor definição de meditação é tornar-se íntimo das reações do seu corpo, mente e coração”, explicou, antes de responder às perguntas dos participantes. Ao final, recebeu certificado do TJSP.

Cerca de 250 pessoas acompanharam a palestra na Sala do Servidor no Fórum João Mendes Júnior e 660 na modalidade online.

 

Comunicação Social TJSP – SO (texto) / RL (fotos)

imprensatj@tjsp.jus.br