Notícia

EJUS promove palestra “Comunicação Não Violenta: Em busca do que nos conecta”
05/06/2019

A Escola Judicial dos Servidores (EJUS), em parceria com a Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP), realizou, nesta quarta-feira (5), a palestra "Comunicação Não Violenta: Em busca do que nos conecta", no Fórum João Mendes Júnior.

O seminário, que teve a presença de cerca de 900 pessoas, nas modalidades presencial e a distância, foi apresentado por Anna Telles Vieland, especialista em comunicação não violenta e cofundadora do coletivo Yama. Durante cerca de duas horas, Vieland explicou o que é a abordagem e como utilizá-la. Para ela, a CNV é um processo de entendimento mútuo, que melhora a qualidade das nossas relações e integra pensamento, linguagem e comunicação.

A especialista citou Marshall Rosenberg, criador da CNV, para mostrar que a violência presente em cada um é consequência da maneira como fomos educados, que repete modelos antigos, e mais rígidos, de comunicação. Baseado nessa premissa, a comunicação não violenta repensa o modelo atual e busca uma linguagem fundamentada na integração de quatro elementos: observação, sentimento, necessidade e pedido.

No primeiro momento, o da observação, são definidos comportamentos, sem acrescentar diagnósticos nem julgamentos. Em seguida, os sentimentos nos indicam como estamos nos sentindo com dada situação. "Esses sentimentos são respostas para nossas necessidades, que podem ou não estar sendo atendidas em determinado cenário. A última etapa da comunicação não violenta é o pedido: uma ação concreta que visa satisfazer nossas necessidades. Ele deve ser dito de maneira clara e positiva, explicitando o que queremos (e não o que não queremos)", explicou Vieland.

A palestrante estará novamente no Fórum João Mendes dia 12 de junho, às 10 horas, para a palestra "O Poder da Empatia na Transformação de nossas Conexões".

 

Comunicação Social TJSP – AA (texto) / RL (fotos)

imprensatj@tjsp.jus.br