Notícia

TJSP promove palestra on-line sobre calma interna em tempos de crise
08/05/2020

O Tribunal de Justiça realizou, ontem (7), a palestra on-line “Como buscar a calma interna em tempos de crise”. Idealizada pela Coordenadoria de Apoio aos Servidores (Caps), pela Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP) e pela Escola Judicial dos Servidores (Ejus), a exposição foi feita pela psicóloga judiciária Nadia Cristina Oliveira, especialista em Direito Sistêmico e facilitadora em constelações familiares. Cerca de 1000 pessoas, entre magistrados e servidores, acompanharam a palestra, que está disponível na aba da Caps na Intranet. 

A aula trouxe reflexões e exercícios de relaxamento para identificar emoções cotidianas e aprender a responder a elas, especialmente num momento tão singular como o que o mundo vive. Nadia Oliveira explicou que o cenário atual reverbera em todos os aspectos da vida. “Antes, tínhamos uma crença de permanência, uma linha do tempo constante, que se acabou. Essa quebra de estrutura mexe em nossos instintos mais arcaicos”, disse. De acordo com ela, é necessário saber identificar os sentimentos para diferenciar as emoções e responder a cada uma delas adequadamente, evitando respostas rápidas, como a compulsão por comida, bebida, compras e etc., e encontrando o equilíbrio emocional.

Durante a palestra, a psicóloga judiciária perguntou sobre os sentimentos mais presentes nos ouvintes. Sensações como dúvida, ansiedade, angústia e medo foram algumas das mais citadas. A partir disso, a palestrante destacou que, no momento em que conseguimos olhar para nossos sentimentos com distanciamento, fazemos escolhas mais acertadas, que atendem às nossas necessidades. “Já quando estamos com um nível de estresse muito grande, essas escolhas geralmente não funcionam e não nos trazem calma”. Os passos para buscar o equilíbrio, de acordo com ela, são quatro: reconhecer (as emoções), aceitar (se permitir sentir o que está sentindo, sem que isso seja motivo de preocupação ou desconforto), explorar (entender as emoções) e não se identificar (não tomar os sentimentos como algo inerente a si, percebê-los como algo que surge e vai embora). 

Por fim, a palestrante respondeu às perguntas dos servidores e conduziu três técnicas de relaxamento: respiração diafragmática, relaxamento progressivo de Jacobson e relaxamento guiado.

 

  Comunicação Social TJSP – AA (texto) / AC e PS (fotos)

imprensatj@tjsp.jus.br