Notícia

EJUS promove cursos sobre processamento digital para servidores da Corregedoria Geral da Justiça
01/11/2017

A Escola Judicial dos Servidores (EJUS) realizou nos dias 23 e 24 de outubro, em sua sede, os cursos Processamento digital na esfera cível e Processamento digital na esfera criminal para servidores da Corregedoria Geral da Justiça lotados nas Unidades Remotas de Processamento Digital (URPD), GTJUD 3 e MovJud. O curso foi promovido em parceria com a Corregedoria e com a Secretaria da Primeira Instância (SPI), sob a coordenação do juiz assessor da Corregedoria Rodrigo Marzola Colombini.

No dia 23, o curso foi ministrado para os servidores que atuam na área cível, e visou capacitá-los quanto ao processamento digital nessa área, em consonância com o novo Código de Processo Civil e as Normas de Serviço da Corregedoria.

A abertura dos trabalhos foi feita pela juíza assessora da Corregedoria Maria Rita Rebello Pinho Dias, que explicou o objetivo do treinamento. As atividades foram conduzidas pela servidora Maria Elisa Almeida de Moraes, supervisora de serviço da SPI 5.2.2. Foram discutidos, entre outros temas, citações, fluxo de andamento processual, extinção e arquivamento; redistribuição de processos e recursos.

No dia 24, foram capacitados os servidores que atuam na esfera criminal. O treinamento foi ministrado pela servidora Ana Fabíola Peron, coordenadora da SPI 4.3, e versou sobre o processamento digital afeto à área criminal, em consonância com o Código de Processo Penal, Legislação Extravagante e as Normas de Serviço da Corregedoria. Foram discutidos, entre outros aspectos, o cumprimento de inquéritos policiais, cumprimento dos processos após o recebimento da denúncia, procedimentos do mandado de prisão, contramandado de prisão, procedimentos comuns, Lei de Tóxicos e Jecrim, entre outros temas.

 

MA (texto) / AF (fotos)