Fórum Criminal de São Carlos ganha nova iluminação

        O Fórum Criminal de São Carlos recebeu, no último dia 16, nova iluminação externa. O projeto foi desenvolvido pela Fundação Pró-Memória em parceria com a Prefeitura. A iniciativa tem como finalidade preservar e difundir o patrimônio histórico e cultural do município.

        O prédio – inaugurado em novembro de 1959 – recebeu investimentos para instalação de holofotes e lâmpadas de sódio. Anteriormente, o terreno foi ocupado pelo Casarão Mattos, onde funcionava a seção jurídica da cidade. O imóvel também abrigou um parque infantil ligado ao serviço de saúde.

        O prefeito Paulo Altomani aproveitou a oportunidade para elogiar o trabalho desenvolvido pelo Judiciário em todas as esferas. “Quero reafirmar meu mais profundo respeito pelo papel fundamental da Justiça em um momento tão importante, tanto no âmbito federal quanto estadual”, disse. O prefeito anunciou, ainda, a autorização de licitação para limpeza e recuperação da fachada do prédio do fórum.

        O juiz diretor do fórum, Carlos Castilho Aguiar França, disse que a iluminação, além de valorizar o prédio histórico, ressalta a presença física da Justiça em nossa cidade. “As luminárias conferem maior visibilidade estética e, porque não dizer, também jogam luzes sobre a importância do Poder Judiciário em momento tão relevante de nossa história."

        Os magistrados Caio César Melluso (2ª Vara da Família e Sucessões), Alex Ricardo Tavares (4ª Vara Cível), Antonio Benedito Morello (1ª Vara Cível e juiz eleitoral de São Carlos) e André Luiz de Macedo (3ª Vara Criminal) também participaram do evento.

        Entre as atividades da Fundação Pró-Memória está a conservação e disponibilização do conjunto de documentos originários dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de outros advindos da Administração Pública, como também de fundos e coleções particulares.

 

        Comunicação Social TJSP – AG (texto) / divulgação (foto)
        
imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail