Acusado de matar ex-namorada por asfixia é condenado

Além do homicídio ele cumprirá pena por furto simples.

        O 1º Tribunal do Júri condenou hoje (5) a 11 anos e quatro meses de reclusão, um homem acusado de matar a ex-namorada por asfixia mecânica em  novembro de 2015. Além disso ele foi condenado por furtar dinheiro e objetos dela.

        Após o crime o acusado ainda permaneceu com o corpo da vítima por três dias dentro do apartamento, com incensos acesos e um ventilador ligado, para evitar que o forte odor exalasse para fora do imóvel.

        Em seguida, fugiu levando U$ 700,00, £ 80,00 e R$ 800,00, além do aparelho celular e cartões bancários da vítima.

        As penas foram fixadas pelo juiz Roberto Zanichelli Cintra em 10 anos de reclusão por homicídio privilegiado qualificado (meio cruel) e um ano e quatro meses por furto simples.

 

        Processo nº 0005229-57.2015.8.26.0052

 

        Comunicação Social TJSP – RP (texto) / AC (foto)

        imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail