Justiça condena engenheiros por mortes durante construção do Itaquerão

Queda de guindaste deixou dois operários mortos.

 

        A juíza Alice Galhano Pereira da Silva, da Vara Criminal e do Juizado Especial Criminal do Foro Regional de Itaquera, condenou dois funcionários de uma empreiteira por desabamento durante obras para construção da Arena Corinthians, ocorrido em 27 de novembro de 2013 – o acidente causou a morte de dois operários.

        Consta dos autos que as vítimas trabalhavam na obra quando um guindaste caiu e derrubou parte da cobertura metálica do estádio.

        Ao proferir a sentença, a magistrada afirmou que os réus Frederico Marcos de Almeida Horta Barbosa e Márcio Prado Wermelinger agiram com imperícia e negligência e determinou a condenação de ambos à pena de um ano, seis meses e 20 dias de detenção, em regime inicial aberto, substituída por prestação de serviços à comunidade ou entidade pública, pelo mesmo prazo da pena privativa de liberdade, e prestação pecuniária em favor dos herdeiros das vítimas, no valor equivalente a 80 salários mínimos, vigentes à época do pagamento, para o réu Frederico, e 50 salários para Márcio.

        Cabe recurso da sentença.

 

        Processo nº 0001033-19.2014-8.26.0007

 

        Comunicação Social TJSP – AM (texto) / Arquivo (foto)

        imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail