Jovens da Fundação Julita participam de visita monitorada no Palácio da Justiça

Grupo foi recebido pelo vice-presidente do TJSP.

 

        Adolescentes da Fundação Julita participaram hoje (11) de uma visita monitorada ao Palácio da Justiça. A instituição atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. O grupo foi recebidos pelo vice-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Artur Marques da Silva Filho, e pelo juiz assessor da Presidência Airton Pinheiro de Castro. Os 30 jovens conheceram as dependências do prédio e aprenderam um pouco sobre a história do Palácio e o sistema de Justiça.

        Durante o tour pelo prédio histórico, os participantes receberam informações sobre as carreiras jurídicas, participaram de um quiz sobre assuntos ligados à Justiça e receberam material sobre o TJSP. Três educadores que acompanharam os jovens receberam o certificado da visita monitorada em nome da Fundação: Luana Cilene Nunes da Silva, Diana Gomes e Wesley Batista dos Santos. A adolescente Hiris Danielly, de 16 anos, destacou sua satisfação em poder participar da experiência: “Não achei que fosse tudo isso. São muitos detalhes. Foi maravilhoso, incrível”.

        No tradicional Salão do Júri, o vice-presidente Artur Marques falou sobre a satisfação do Tribunal em recebê-los e traçou um panorama histórico do Palácio da Justiça, projetado pelo escritório de Ramos de Azevedo em 1911. O juiz Airton de Castro espera que esse dia sirva como inspiração para que, no futuro, alguns busquem formação na área jurídica. “Será um prazer recebê-los amanhã ou depois e ver o resultado dessa visita através de uma escolha profissional, seja como advogados, promotores ou juízes”, afirmou.

 

        Mais fotos no Flickr.

 

        Comunicação Social TJSP – SB (texto) / RL (fotos)

        imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail