Leilão de direitos de voo da Avianca arrecada aproximadamente R$ 550 milhões

Companhia aérea está em processo de recuperação judicial.

        O leilão de sete Unidades Produtivas Individuais (UPIs) em processo de recuperação judicial da companhia aérea Avianca foi realizado na tarde de hoje (10). Três lotes foram arrematados pela Gol e dois pela Latam, a um total de aproximadamente R$ 557 milhões (US$ 174 milhões). Não houve interessado para os dois restantes. Seis das UPIs correspondem essencialmente às autorizações de voos e direitos de uso de horários de chegadas e partidas em aeroportos do País (chamados de slots) e o sétimo é referente a programa de fidelidade.

        No certame, realizado pela Mega Leilões, estavam habilitadas a participar as empresas Azul, Gol e Latam. No leilão, autorizado por decisão da 2ª Câmara de Direito Empresarial do TJSP, foram seguidas as regras previstas em edital publicado pela 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Capital. A UPI E, com direitos de voos nos aeroportos de Guarulhos, Santos Dumont e Congonhas, incluindo pela manhã, foi a única disputada por ambas as companhias e acabou arrematada pela Gol por aproximadamente R$ 27  milhões (US$ 7,3 milhões, valor 730 vezes mais alto do que o lance mínimo).

        No TJSP, ainda, estão em andamento agravos de instrumento que tratam da legalidade do plano de recuperação judicial aprovado em Assembleia Geral de Credores e homologado pela 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo. Eles também serão julgados pela 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial.

 

        Processo nº 1125658-81.2018.8.26.0100

        Comunicação Social TJSP – GA (texto) / AC (foto)
        imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail