"Anuário da Justiça de São Paulo 2019" é lançado na sede do TJSP

Publicação traça perfil da Corte paulista.

 

        O Palácio da Justiça, sede da Corte Bandeirante, recebeu hoje (11) a cerimônia de lançamento da 10ª edição do Anuário da Justiça de São Paulo, publicação do Consultor Jurídico (Conjur). Neste ano, em comemoração aos 10 anos da publicação, o Anuário traz uma reportagem especial sobre as transformações pelas quais passou o Tribunal de Justiça de São Paulo durante o período e analisa a evolução da jurisprudência, além de mostrar como a revolução tecnológica modificou a Corte paulista. Ainda na matéria, desembargadores e integrantes da direção do TJSP falam sobre as mudanças vividas pelo maior Tribunal de Justiça do país.

        Na abertura da solenidade, o diretor do Conjur, Márcio Chaer, destacou a atuação do TJSP na última década. Segundo ele, “o Tribunal de Justiça de São Paulo (...) esteve mais ocupado com o aperfeiçoamento do serviço jurisdicional. Com a busca de novos modelos tecnológicos. Com a eficiência do sistema. O alto comando deste TJ, coeso e firme, fez a escolha de se comprometer preferencialmente pela profissionalização da gestão, e comprometeu-se com o jurisdicionado”.

        O presidente do TJSP, desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, agradeceu o trabalho que, em suas palavras, “além de competente, é muito carinhoso”. “Falo em nome do Conselho Superior da Magistratura quando digo que o Anuário, neste 10º aniversário, representa um guia importante para todos aqueles que exercem a atividade jurídica em São Paulo e no Brasil. Todos que compõem a equipe deste Anuário sabem a relevância dele para o mundo jurídico. Nós, magistrados, nos valemos dele e sabemos que ele é indispensável para que exerçamos nossa atividade com segurança”, destacou, acrescentando que “hoje estamos aqui para aplaudir este sério trabalho, que tem a função de ser uma bússola a guiar não só os mais modernos como também aqueles que já possuem uma larga experiência na atividade jurisdicional”.

        Pela segunda vez, o Anuário da Justiça de São Paulo, nesta edição intitulado “Revolução na Corte – Em uma década, tudo mudou no TJ-SP”, apresenta o Placar de Votação, com uma visão detalhada de como desembargadores e colegiados se posicionaram em temas de grande repercussão e alto número de processos em tramitação na segunda instância. Traçando um perfil de todos os 360 desembargadores do judiciário paulista, a publicação complementa o panorama da instituição com uma apresentação das mais recentes iniciativas implementadas, resultados e estatísticas da Corte Bandeirante.

        Completaram o dispositivo de honra do lançamento da 10ª edição do Anuário da Justiça São Paulo o vice-presidente do TJSP, desembargador Artur Marques da Silva Filho; o corregedor-geral da Justiça do Estado de São Paulo, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco; e o presidente da Seção de Direito Criminal, desembargador Fernando Antonio Torres Garcia.

        Também participaram da solenidade o presidente da Seção de Direito Público, desembargador Getúlio Evaristo dos Santos Neto; o ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Cesar Asfor Rocha; a 1ª subdefensora Pública-Geral do Estado de São Paulo, representando o defensor Público-Geral, Juliana Garcia Belloque; o presidente da Associação dos Advogados de São Paulo, Renato José Cury e integrantes do Tribunal de Justiça de São Paulo, membros do Ministério Público, defensores públicos e advogados.

        Mais fotos no Flickr.

 

        Comunicação Social TJSP – AA (texto) / AC - PS (foto)

        imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail