Júri condena acusado de matar tio por vaga de garagem

Réu atropelou e matou a vítima.

 

        Tribunal do Júri realizado em Bauru, nesta quinta-feira (13), condenou, por homicídio qualificado, homem que atropelou e matou tio após desentendimentos por uma vaga de garagem. O Conselho de Sentença, após 9 horas de julgamento, por maioria de votos, reconheceu a materialidade e a autoria do crime, bem como entendeu que o ato foi praticado com recurso que dificultou a defesa da vítima. A juíza da 1ª Vara Criminal de Bauru, Érica Marcelina Cruz, fixou a pena em 12 anos de reclusão.

        De acordo com testemunhas, as brigas envolvendo a vaga de garagem começaram um ano antes da morte. Morando na mesma casa e dividindo a garagem, o acusado chegava tarde e não conseguia guardar o carro, já que o espaço era curto, tendo que acordar o tio. No dia do crime, o réu passou com o veículo por cima da vítima e fugiu do local.

        “O regime inicial de cumprimento da pena será o fechado ante o total de pena aplicada, a personalidade distorcida do réu e sendo este o único apto à ressocialização, bem como visando às finalidades da reprimenda, dentre outras, a prevenção subjetiva e objetiva de novos comportamentos deletérios à sociedade”, disse a magistrada. Cabe recurso da decisão.

 

        Processo nº 0023214-79.2015.8.26.0071

 

        Comunicação Social TJSP – SB (texto) / Internet (foto)

        imprensatj@tjsp.jus.br

 

        Siga o TJSP nas redes sociais:
        
www.facebook.com/tjspoficial
        www.twitter.com/tjspoficial

        www.youtube.com/tjspoficial

        www.flickr.com/tjsp_oficial

        www.instagram.com/tjspoficial

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail