Fórum criminal distribui cestas básicas aos funcionários terceirizados

Iniciativa beneficiou 217 funcionários.

 

Em época de pandemia e isolamento social, os magistrados e servidores do Poder Judiciário do Estado de São Paulo têm, tanto no Interior como na Capital, ao mesmo tempo em que atuam em trabalho 100 % remoto, formado grupos para ações de solidariedade.

Embora o Tribunal de Justiça esteja cumprindo com seus compromissos junto aos funcionários terceirizados, conforme os contratos firmados, magistrados e magistradas, que judicam no Fórum Criminal “Ministro Mário Guimarães”, na Barra Funda, formaram um grupo com o objetivo de destinar cestas básicas para os funcionários terceirizados que ali trabalham. Ao todo, foram beneficiados 217 trabalhadores.

A preocupação dos juízes e juízas tem fundamento. Nesse período atípico pelo qual o mundo, o Brasil e a cidade e o Estado de São Paulo passam muitas famílias têm seus membros afetados pelo desemprego e a necessidade de mantimentos bate em todas as portas, sem observar se nessas casas há desempregados ou desassistidos.

As entregas das cestas básicas foram realizadas ontem (28) e hoje (29), das 9h30 às 16h30, no estacionamento do fórum criminal e beneficiaram os trabalhadores da limpadora, telefonia, auxiliares de copa, elevadores, manutenção predial, mão de obra braçal, controladores de acesso e vigilância.

Para a retirada das cestas básicas, todas as medidas de segurança e cautelas de praxe na prevenção ao Covid-19 foram tomadas pelos organizadores, como distanciamento, brevidade de permanência e utilização de material de resguardo à saúde (máscaras e luvas).

 

Comunicação Social TJSP – RS (texto) / FCMG (fotos)

  imprensatj@tjsp.jus.br

 

Siga o TJSP nas redes sociais:

www.facebook.com/tjspoficial

www.twitter.com/tjspoficial

  www.youtube.com/tjspoficial

www.flickr.com/tjsp_oficial

www.instagram.com/tjspoficial

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail