STF e TV Justiça lançam série de vídeos “Direito em Libras”

Glossário objetiva promover cidadania e inclusão social.
 
O Supremo Tribunal Federal (STF) e a TV Justiça lançaram a série de vídeos “Direito em Libras”, que apresenta termos jurídicos traduzidos para a Língua Brasileira de Sinais. O objetivo é tornar acessíveis termos e conceitos jurídicos ainda não difundidos na Libras, promovendo cidadania e inclusão social.
A iniciativa foi anunciada pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que congratulou os esforços das equipes empenhadas na realização do glossário virtual. “Criar um glossário jurídico na Língua Brasileira de Sinais é ampliar as possibilidades de compreensão da comunidade surda acerca dos seus próprios direitos e das instituições jurídicas do país, e assim estabelecer condições para o amplo e efetivo exercício da cidadania pelos cerca de 10 milhões de brasileiros que apresentam algum nível de surdez”, salientou Toffoli 
A série “Direito em Libras” é composta por 60 vídeos. Em cada episódio é apresentado um termo próprio da área do Direito, seu conceito e significado e o sinal criado em Libras para o referido termo. É interessante notar a inversão da disposição dos personagens no vídeo: a pessoa que fala em Libras ocupa a tela inteira, enquanto a intérprete que traduz para o Português permanece no canto inferior à direita da tela, dando destaque à língua de sinais. 
O trabalho foi conduzido pela Secretaria de Comunicação do Supremo Tribunal Federal, com a participação do Serviço Social do Tribunal e de um grupo interdisciplinar composto por intérpretes de Libras, pessoas surdas e uma consultora jurídica. 
Para conhecer o glossário, acesse a página principal da TV Justiça na internet, e também no canal da emissora no YouTube
 
Comunicação Social TJSP – TM (texto) / Internet (foto)
imprensatj@tjsp.jus.br

 

Siga o TJSP nas redes sociais:
www.facebook.com/tjspoficial
www.twitter.com/tjspoficial
www.youtube.com/tjspoficial
www.flickr.com/tjsp_oficial
www.instagram.com/tjspoficial  

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail