Santos recebe terceiro workshop do projeto ‘Justiça Bandeirante’

        A Comarca de Santos, sede da 7ª Região Administrativa Judiciária (RAJ), recebe nesta semana (2 a 5/5) o terceiro workshop do projeto Justiça Bandeirante. Servidores de 18 comarcas da região foram divididos em três grupos e participam, cada um, de um dia de encontro. As reuniões ocorrem nas dependências da Universidade Metropolitana de Santos e na Comarca de Registro.

        Na abertura do evento, o juiz assessor da Presidência Aléssio Martins Gonçalves e o juiz diretor da 7ª RAJ e do Fórum de Santos, Carlos Eduardo Andrade Sampaio, deram as boas-vindas aos participantes. Também prestigiaram a abertura o diretor da STI 3, Marco Antonio Lopes Samaan, representando a secretária da STI; a gerente do projeto ‘Justiça Bandeirante’ e diretora da STI 8, Ana Lúcia da Costa Negreiros, e sua equipe.

        O workshop tem início com a exposição “Recursos SAJ e Produtividade: impacto do uso recomendado”, apresentada pelo analista de treinamento da Softplan, Rafael Mota. No período da tarde, os participantes se reúnem em grupos de trabalho e, monitorados pela equipe do projeto, compartilham experiências e apontam sugestões para melhoria do SAJ. Ao final do dia, apresentam relatórios para que a STI identifique as boas práticas e sugestões e as dúvidas e necessidades.

        “O projeto é fundamental para que os servidores utilizem o sistema SAJ na sua integralidade”, disse Carlos Sampaio. Aléssio Gonçalves afirmou que o “Justiça Bandeirante” tem dupla linha de ação: a integração dos funcionários com colegas de outras comarcas e a identificação de problemas de utilização do SAJ. “O objetivo é que o Tribunal desenvolva as melhores soluções para os usuários do sistema. Queremos que o servidor saiba que não está sozinho, mas que o Tribunal está atento às suas necessidades.”

        Servidores das comarcas de Bertioga, Cananéia, Cubatão, Eldorado, Guarujá, Iguape, Itanhaém, Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Mongaguá, Pariquera-Açu, Peruíbe, Praia Grande, Registro, Santos e São Vicente participam do evento.

        Ao longo do projeto, cada uma das dez RAJs sediará workshops para que grupos de servidores discutam, apresentem dúvidas e propostas para a plena aplicação dos recursos tecnológicos, funcionalidades e automação de rotinas cartorárias do SAJ. A Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do Tribunal identificará e replicará em larga escala as práticas e experiências exitosas em cursos que serão ministrados, tanto na forma presencial como a distância, a partir de julho deste ano.

       

        Comunicação Social TJSP – DI (texto) / RL (fotos)
        
imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail