A água é um recurso natural precioso, essencial para nossa sobrevivência. Milhões de litros de água tratada pingam das torneiras todos os dias e não são utilizados no consumo. No Brasil o desperdício de água é muito grande em razão do mau uso deste recurso. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) cada pessoa necessita cerca de 110 litros de água por dia para atender as necessidades de consumo e higiene. No Brasil estima-se que esse consumo seja de 250 litros de água/dia.

Você pode colaborar para mudar essa realidade:

  • Ao lavar as mãos, escovar os dentes ou fazer a barba, feche a torneira. Ao deixá-la aberta você pode gastar de 12 a 20 litros de água por minuto.
  • Verifique vazamentos. Uma torneira pingando uma gota a cada 5 segundos representa mais de 20 litros de água desperdiçados em apenas um dia.
  • Aperte a descarga apenas o tempo necessário. Acionar uma descarga por 6 segundos consome de 6 a 10 litros de água.
  • Não jogue lixo no vaso sanitário (papel higiênico, fio dental, cabelos, cigarro). Com isso você evita entupimentos e, consequentemente, o desperdício de água.
  • Desligue o chuveiro quando estiver se ensaboando e seja rápido no banho. 5 minutos de chuveiro ligado liberam, em média, 60 litros de água; 20 minutos consomem 120 litros. Reduzindo 1 minuto do seu banho você pode economizar de 3 a 6 litros.
  • Desligue a torneira enquanto estiver ensaboando a louça e use água corrente apenas para enxaguar. Limpe bem os restos de comida, deixando a louça de molho por alguns minutos, facilitando a limpeza da sujeira.
  • Não lave a calçada com mangueira. Faça a limpeza com vassoura e, se necessário, utilize água em balde, preferencialmente a água que sobrou da lavagem das roupas. Usar a mangueira como “vassoura” durante 15 minutos pode desperdiçar cerca de 280 litros de água.
  • Não lave o carro com mangueira. Utilize balde e pano.
  • No verão, regue as plantas pela manhã ou à noite. Durante o inverno, pela manhã, em dias alternados. Molhe sempre a base das plantas e não as folhas.
  • Quando viável, instale sistemas simples de captação de águas pluviais, que pode ser usada na limpeza dos edifícios. Mas atenção: dentro dos reservatórios de água, instale telas de proteção para evitar a proliferação de mosquitos transmissores da dengue e da chikungunya, assim como o surgimento de larvas.
  • Instale redutores de vazão em torneiras temporizadas.

Fonte: SABESP


É muito caro e danoso para o meio ambiente gerar energia da forma que fazemos hoje. Usinas hidrelétricas são a principal fonte no Brasil. A construção de uma usina representa significativo impacto ambiental, pois é necessário alagar enormes áreas para que se instale uma represa com geradores que são movimentados pela liberação da água através deles. Isso desequilibra ecossistemas e ocupa terras que poderiam ser mais produtivas.

Com simples ações você faz a sua parte e ajuda o planeta.

  • Utilize sempre que possível a iluminação natural, abrindo janelas, cortinas e persianas dos ambientes, acendendo as lâmpadas somente nos locais necessários.
  • Desligue as luzes dos ambientes que não estão sendo utilizados.
  • Limpe regularmente as luminárias e lâmpadas. A sujeira reduz a iluminação.
  • Substitua, quando possível, as lâmpadas incandescentes por fluorescentes tubulares ou compactas que são mais eficientes. As lâmpadas fluorescentes têm a sua vida útil reduzida quando em ciclos de acionamentos repetitivos.
  • Para subir um ou dois andares e descer dois ou três procure utilizar as escadas. Um pouco de exercício é saudável e não faz mal.
  • Existindo dois elevadores no mesmo hall, deve-se chamar apenas um. Aperte o botão de chamada uma única vez.
  • Oriente as crianças para não apertarem todos os botões do painel, evitando movimentar os elevadores sem necessidade.
  • Para não sobrecarregar e danificar o equipamento, e, para a sua segurança, respeite o número máximo de passageiros indicado no interior das cabines dos elevadores.
  • Utilize o ar-condicionado de forma racional. As temperaturas muito baixas consomem mais energia. Então, regule a temperatura de acordo com o ambiente, evitando o frio excessivo.
  • Portas e janelas devem permanecer fechadas quando o ar-condicionado estiver ligado, para evitar a saída de ar resfriado e impedir a entrada do ar externo, não sobrecarregando o equipamento.
  • Pela manhã, se for possível, abra as janelas para resfriar o ambiente, evitando ligar o ar-condicionado. Desligue o aparelho meia hora antes do final do expediente e durante o horário de almoço.
  • Desligue o computador na hora do almoço. Muitas pessoas acham que essa prática consome mais energia. Isso não é verdade! Ao longo de um ano, se só 1% dos brasileiros desligar o computador todo dia, apenas na hora do almoço, a energia economizada evitará a emissão equivalente ao carbono absorvido por 30 mil árvores da Mata Atlântica.
  • Economize energia desligando os dispositivos/periféricos que não estiverem sendo utilizados - impressora, scanner, HDs externos, alto-falantes.
  • Quando for ausentar-se do ambiente por mais de 15 minutos, desligue o monitor do computador.

Fontes: Eletropaulo, Eletrobrás


Antes de imprimir, um momento de reflexão: o planeta não possui vastas fontes de recursos naturais e matérias-primas como no passado. Logo, temos que adquirir o hábito de economizar e reciclar, pois assim criaremos um ecossistema sustentável para as futuras gerações.

Por isso, é importante a colaboração de todos para evitarmos o uso do papel, especialmente na hora de imprimir.

  • Avalie a real necessidade de impressão do documento ou, ainda, se poderia ser armazenado eletronicamente.
  • Dentro do possível, imprima em modo frente e verso.
  • Quando desejar guardar um e-mail, selecione a opção de impressão no modo Pdf e salve-o digitalmente por meio do aplicativo Pdf24.
  • Uma alternativa para guardar e-mails é a utilização do programa Outlook. Basta iluminar a mensagem com o botão esquerdo do mouse e clicar com o botão direito, escolhendo a opção copiar e colar digitalmente.
  • Disponibilize documentos por e-mail ou outras formas, evitando impressões desnecessárias.
  • Quando imprimir documento com muitas páginas, trabalhe com a formatação, já que a matriz poderá ser reproduzida muitas vezes. A redução de uma página no arquivo original pode resultar na economia de centenas de folhas.
  • Quando imprimir apresentações em Power Point, opte pelo modo “Folheto”, na área de configurações, ao invés de “Página Inteira”. A opção comporta até seis slides por folha. Outro recurso econômico é imprimir o material em preto e branco, eliminando a cor de fundo. Dessa forma, a reprodução do slide ficará melhor na fotocópia, você economizará tonner e terá um material de qualidade.
  • Nem sempre precisamos imprimir todo o documento. Nesses casos, é possível selecionar somente parte do texto ou planilha. Para tanto, clique em Arquivo/Imprimir/Configurações, e, ao invés da opção “Imprimir Todas as Páginas”, escolha “Imprimir Seleção”.
  • Folhas impressas em apenas um dos lados e que não contenham informações sigilosas podem ser reutilizadas para documentos internos ou rascunhos. No entanto, não use folhas amassadas ou com grampos nas impressoras, porque podem danificar o equipamento.
  • Uma razoável economia de papel pode ser obtida com a revisão de textos antes da impressão. Após, também é prudente acionar o comando “Visualizar Impressão”, disponibilizado na maioria dos programas. Com isso, você poderá verificar, por exemplo, se uma página seria impressa com cortes de conteúdo.
  • Antes da segunda tentativa de impressão, aguarde o tempo de resposta do equipamento, pois sua solicitação entra em uma fila.

Fontes: Cartilha Boas Práticas de Impressão do TJSP

Faça o dowload da cartilha.