Fundação da Fraternidade Judiciária promove lançamento do ‘Curso de Gestão em Finanças Pessoais’

Curso será disponibilizado em plataforma on-line.

 

        A Fundação da Fraternidade Judiciária realizou, na manhã de hoje (14), no Gabinete da Presidência, o lançamento do Curso de Gestão em Finanças Pessoais, mais um ciclo de capacitação na área financeira que tem o objetivo de orientar servidores a controlar o orçamento, evitar o endividamento e obter prosperidade. O curso, desenvolvido em parceria com a Escola Paulista da Magistratura (EPM) e a Escola Judicial dos Servidores (EJUS), com apoio da Presidência do Tribunal de Justiça de São Paulo, teve o conteúdo organizado pela equipe da Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP) e pelas instrutoras financeiras da Fundação Magali Fernandes Oliveira da Silva e Cristiane Regina Perfidio Maeda.

        As aulas estarão disponíveis aos servidores de todo o Estado na plataforma de ensino a distância Moodle (http://www.tjsp.jus.br/moodle/), a partir do próximo dia 21, e o conteúdo poderá ser acessado em qualquer dispositivo (computadores, tablets ou smartphones). As inscrições deverão ser feitas até o dia 20, pelo link http://www.tjsp.jus.br/rhf/questionarios. Serão concedidos certificados aos participantes.

        Durante a solenidade, o presidente do TJSP, desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, agradeceu o apoio de todos que contribuíram com o projeto e parabenizou a iniciativa. “É um trabalho muito importante e o objetivo é dar apoio e orientação técnica aos nossos servidores e juízes, ajudá-los a administrar sua vida financeira a fim de evitar problemas, inclusive psicológicos”, afirmou.

        O presidente da Diretoria Executiva da Fundação, juiz José Roberto de Vasconcellos, lembrou o início de suas atividades na instituição, em 1990, e falou da alegria de poder auxiliar os servidores. “Com as orientações da Fundação, muitos conseguiram acertar suas vidas e gerir as finanças de forma adequada e eficaz”, disse.

        O servidor Carlos(*) é um desses casos de sucesso. Quando conheceu a instituição, há cerca de três anos, vivia uma situação financeira complicada, com inúmeras dívidas na escola da filha, plano de saúde, prestação do carro, cartões de crédito, cheque especial e empréstimos, além das despesas mensais, fechando o mês sempre no vermelho. “Quase perdi minha família por tantas dívidas”, contou. Após algumas sessões de coaching financeiro da Fundação, com dicas sobre administração do orçamento, mudou a forma de pensar e utilizar o dinheiro, começou a fazer planilhas dos gastos mensais e, atualmente, não possui mais dívidas. Está com as contas em dia. “Passei de devedor a investidor, agora chego até a investir em ações”, ressaltou.

        Também participaram do evento o vice-presidente do TJSP, desembargador Artur Marques da Silva Filho; o vice-presidente da Fundação da Fraternidade Judiciária, desembargador Antônio Luiz Reis Kuntz; o diretor tesoureiro da instituição, desembargador Evandro Antônio Cimino; a juíza assessora da Presidência Tatiana Magosso (Recursos Humanos); a secretária de Gestão de Pessoas (SGP), Patricia Maria Landi da Silva Bastos; a diretora da SPG 6, Maria Cristina Rabelo de Carvalho; a diretora da SPG 2, Lia Maris Conde Pesce Rodrigues; o coordenador da SGP 6.1, Hudson de Carvalho de Camargo; o supervisor da SGP 6.1.1, Ciro Alencar de Carvalho; a supervisora da SGP 6.1.2, Daniela Almeida Vieira; a supervisora da SGP 6.1.3, Neide Monteiro Martins; a diretora do Departamento Jurídico e educadora financeira da Fundação, Magali Fernandes Oliveira da Silva e a educadora financeira da instituição, Cristiane Regina Perfidio Maeda.   

 

        A Fundação

        Criada em setembro de 1988 por magistrados sensibilizados com as necessidades dos servidores do Poder Judiciário paulista, a Fundação da Fraternidade Judiciária oferece serviços destinados ao desenvolvimento de projetos de vida pessoal e profissional, resgatando a cidadania e a dignidade social, jurídica e financeira, de forma educativa ou preventiva. Trinta anos após o início dos trabalhos, o setor se diversificou e se modernizou. Atualmente, conta com o Departamento de Benefícios, que doa cestas básicas, auxílio-funeral, medicamentos, bolsas de estudos para graduação de funcionários e itens como cadeiras de rodas e aparelhos auditivos. O programa QualiVida atua em quatro frentes: terapia infantil, terapia para funcionários, coaching financeiro e palestras motivacionais. O Departamento Jurídico fornece orientações e ajuizamento de ações, para causas cíveis e de Direito de Família dos servidores lotados na Capital e que possuam renda bruta estipulada pela Fundação. O trabalho é possível graças a doações voluntárias de desembargadores e juízes.     

        Os interessados em contribuir com a Fundação podem efetuar doações por meio de depósito na conta corrente da instituição (Banco Santander – Agência 0726 – Conta Corrente nº 13-000039-1). Também é possível cadastrar autorização de débito, com valores a partir de R$ 50 (para juízes) e R$ 75 (para desembargadores). O formulário online está disponível no endereço http://www.fundacaojudiciaria.org.br/colabore.asp.

        A Fundação da Fraternidade Judiciária está localizada na Rua Senador Feijó, 69 – 9º andar – Centro – São Paulo. Os telefones de contato são (11) 3242-2798 e 3107-3349.

 

        (*) nome fictício. 

 

       Comunicação Social TJSP – VT (texto) / KS (fotos)

       imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail