COORDENADORIA DA MULHER EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR DO PODER JUDICIÁRIO (COMESP)

Assuntos de Interesse


Júri condena réu por feminicídio em Americana

ena de 37 anos e quatro meses de reclusão.



Júri realizado na Comarca de Americana na última quinta-feira (24) condenou homem a 37 anos e quatro

Júri condena por feminicídio homem que matou transexual

Pena de 16 anos de reclusão em regime fechado.

Tribunal do júri realizado na Capital condenou por feminicídio homem que matou, a golpes de madeira, uma

Tribunal confirma júri que condenou homem por tentativa de feminicídio contra sobrinha

Embriaguez do réu não configurou excludente de punibilidade.

A 12ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve júri presidido pelo juiz

Adequação e equidade das decisões judiciais a partir da perspectiva de gênero são discutidas em curso da EPM

Exposição foi ministrada por Lívia de Meira Paiva.



O tema “Decisões judiciais: adequação e equidade a partir da perspectiva de gênero” foi debatido na aula de

Delegacia Eletrônica disponibiliza serviço para vítimas de violência doméstica

Subnotificação preocupa autoridades.



Para romper o ciclo de violência, que pode ser potencializado em períodos como o da atual pandemia, é vital que os agressores sejam

Desembargadora Angélica de Maria Almeida se despede da Magistratura

Homenageada participou de sua última sessão de julgamento.

A desembargadora Angélica de Maria Mello de Almeida, integrante da 12ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de

Programas de recuperação e reeducação de pessoas em situação de violência são discutidos em curso da EPM

Exposição foi ministrada por Arielle Scarpati.



A aula de sexta-feira (21) do curso Enfrentamento da violência doméstica e familiar contra a mulher – avaliação de risco

Comarca de Taquaritinga apresenta seu projeto Pérola

Iniciativa ganhou apoio do #Rompa.

Hoje (18) foi um dia especial para os profissionais do sistema da Justiça da Comarca de Taquaritinga, que abrange também os

Medidas protetivas de urgência são discutidas no curso ‘Enfrentamento da violência doméstica e familiar contra a mulher – avaliação de risco – ferramenta necessária’

xposição foi ministrada por Cláudia Luna.



Os temas “Medidas protetivas de urgência e descumprimento de medidas protetivas de urgência” foram debatidos na sexta-feira (14) no curso

Prêmio #Rompa: 58 práticas inscritas

Trabalhos serão avaliados nos próximos meses.



O período de inscrições para a 1ª edição do Prêmio #Rompa – TJSP e Apamagis terminou na última sexta-feira (30),

1 2 3 4 5 6 7 8 9 Página 5 de 45

O Tribunal de Justiça de São Paulo utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TJSP